INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Campanha de vacinação contra gripe tem menos de 40% de adesão em sua última semana

No dia 10 de abril desse ano, iniciou-se a campanha nacional de vacinação contra a gripe do vírus influenza, cujo encerramento tem previsão para o dia 31 de maio. Por volta de 26 milhões de pessoas já receberam a dose da vacina até agora.

O Ministério da Saúde previa uma meta de pelo menos 90% de cobertura vacinal, principalmente nos grupos prioritários. Porém, segundo dados da plataforma LocalizaSUS, a adesão total da população ao imunizante a menos de uma semana do fim do prazo se encontra apenas em 37,78%.

A disponibilização das vacinas para toda a população já havia sido feita pelo ministério desde o dia 12 desse mês, prevendo a vacinação para todos a partir de seis meses de idade. As doses da vacina são produzidas pelo Instituto Butantan e são distribuídas por toda a rede pública de saúde, cujos imunizantes utilizados pelo SUS são trivalentes, prometendo uma proteção contra as três principais cepas do vírus em circulação no momento.

As cepas que irão compor o imunizante serão: Influenza A/Sydney/5/2021 (H1N1) pdm09; Influenza A/Darwin/9/2021 (H3N2); e Influenza B/Áustria/1359417/2021 (linhagem B/Victoria).


Seringa de vacina (Foto: Reprodução / CNN)


Apenas dois estados conseguiram vacinar mais de 50% de sua população,: Amapá e Paraíba. A maior população vacinada foi em São Paulo que atingiu 34,41% de adesão. Já o estado do Acre mostrou a menor cobertura vacinal do país, com apenas 15,70%.

O medo da vacina potencialmente provocar gripe é uma das razões apontadas pela baixa procura da população. Um rumor espalhado pelas redes sociais cujo já foi negado mais de uma vez pela OMS (Organização Mundial da Saúde), explicando que as doses das vacinas são compostas por vírus inativados, ou seja, que não desenvolvem a doença.

Os possíveis efeitos causados pela vacina são apenas sensação de dor no corpo e ou uma febre baixa, ambos que tendem a desaparecer poucos dias após a vacinação. O vírus influenza sofre múltiplas mutações, o que aumenta a importância da vacina que é anualmente atualizada seguindo as cepas do vírus que mais circulam no momento.

 

Foto Destaque: Vacina contra o vírus influenza (Reprodução / CNN)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...