INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Confirmado pelo Ministério da Saúde da Argentina confirma primeiro caso da varíola dos macacos

Foi confirmado pelo Ministério da Saúde da Argentina confirmou na manhã desta sexta-feira (27) em comunicado o primeiro caso da varíola dos macacos (monkeypox). A informação foi divulgada pelos jornais “Clarín”, “El Litoral” e “Diario Hoy”.

No último domingo (22), a pasta havia informado que um morador da província de Buenos Aires entrou em contato com o serviço de saúde com sintomas “compatíveis com o da varíola dos macacos”.
O paciente apresentou pequenas feridas em distintas partes do corpo e febre. Além disso, ele acabou de retornar de uma viagem à Espanha, país que identificou um pequeno surto desta infecção.

Segundo o “Clarín”, ainda são esperados “os resultados do sequenciamento para poder apresentar mais detalhes sobre o tipo de varíola dos macacos” que foi detectado e se é o mesmo em circulação na Europa.


Varíola dos macacos. Foto destaque: Reprodução/Domínio público/via Wikipedia


Sem casos no Brasil

A informação que foi divulgada por jornais locais, é que por enquanto, não há registro da doença no Brasil. A fronteira entre o Brasil e a Bolívia, em Mato Grosso do Sul, está em alerta após um jovem boliviano, de 26 anos, ser isolado na cidade de Santa Cruz de la Sierra, nesta quinta-feira (26), com sintomas parecidos ao da varíola dos macacos.

Foi informado pela Secretária de Saúde de Corumbá, cidade que fica na linha fronteiriça com a Bolívia.  “Recebemos o comunicado da vigilância de fronteira sobre o possível diagnostico de uma doença relacionada a varíola dos macacos, trata-se de um jovem boliviano, que está em Santa Cruz de la Sierra isolado“, informou o secretário Rogério Leite.

Ainda na terça-feira (24), o Ministério da Saúde do Brasil informou que “instituiu (…) uma Sala de Situação para monitorar o cenário da varíola dos macacos (monkeypox)”.

A medida inicialmente tem como objetivo elaborar um plano de ação para o rastreamento de casos suspeitos e na definição do diagnóstico clínico e laboratorial para a doença. Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da doença no país“, afirmou a pasta.

O ministério disse que “encaminhou a todos os estados o Comunicado de Risco sobre a patologia, com orientações aos profissionais de saúde e informações disponíveis até o momento sobre a doença“.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também divulgou uma nota em que recomendou a adoção medidas de proteção em aeroportos para adiar a chegada da doença ao país.

Considerando-se as formas de transmissão da varíola dos macacos, a Anvisa reforça a importância das medidas de proteção à saúde a serem adotadas em aeroportos e aeronaves”, disse a agência.

Ela conclui que as medidas não farmacológicas, como o distanciamento físico, uso de máscaras de proteção e a higienização frequente das mãos, com o intuito de proteger a populção não apenas da Covi-19, mas  de  outras doenças.

Foto destaque: Reprodução/Roger Hrris/Science Photo Lbrary/Getty imagens

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + treze =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...