INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Conheça a definição de sensação térmica e os fatores que a influenciam

É de conhecimento geral a onda de frio que está atingindo várias regiões do Brasil nesse momento. Em algumas cidades, essas temperaturas não eram registradas faziam anos. 

Uma das explicações para esses eventos é a chamada sensação térmica. Esse fenômeno considera combinações de elementos do clima como radiação, temperatura do ar, umidade relativa do ar, velocidade e direção do vento.

Ela pode ser calculada de diversas formas dependendo das condições momentâneas de tempo e não existe um modelo exato para realizá-la.

No Brasil, a sensação térmica pode estar associada a dois modelos utilizados pela comunidade científica. Efetuam cálculos entre a combinação da temperatura do ar, da umidade relativa do ar e da velocidade do vento.


(Foto: Reprodução/Fernanda Carvalho)


Utiliza-se o Índice de Resfriamento (ou Wind Chill). Ele expõe o efeito do resfriamento do ar em movimento ou o vento a diferentes temperaturas, análise muito utilizada quando chega estações mais frias como no inverno.

Quando a temperatura cai, os ventos influenciam na sensação térmica por ele remover continuamente a camada de ar quente que envolve nossa pele e que funciona como um isolante. Portanto, como a temperatura corporal humana é mais quente que o ambiente nesse período, por esses fatores acima, passamos a ceder o calor de nosso corpo com mais rapidez, o que aumenta a sensação de frio.

O segundo a ser usado como opção é o Índice de Calor (ou Heat Index), que declara o efeito da umidade sobre a temperatura. Quanto maior a umidade e a temperatura do ar, maior a sensação térmica. Isso acontece porque com o ar saturado de água é mais difícil de suar (processo responsável por “esfriar” o corpo). 

Entretanto, esse índice é escolhido nas análises de estações mais quentes, como o verão. Por conta da temperatura do ar que alcança os valores máximos e a umidade relativa do ar permanece alta em boa parte da estação.


(Foto: Reprodução/hexag.online)


Algumas cidades que sofreram com essas temperaturas frias atuais foram São Paulo, nesta quarta-feira (18), teve a temperatura máxima de 12,6°C, a menor desde 1961 para o mês de maio segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). E o Distrito Federal, nesta quinta-feira (19) foi registrada temperatura mínima de 1,4°C, índice mais baixo desde 1963, de acordo com o Inmet. 

 

Fofo Destaque: Portal R7

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 2 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...