INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Descubra os sinais da menopausa: Dra. Luciana revela tudo o que você precisa saber!

Descubra os sinais da menopausa: Dra. Luciana revela tudo o que você precisa saber!

A menopausa é uma fase natural na vida de uma mulher que marca o fim da idade fértil. No entanto, muitas mulheres têm dificuldade em identificar quando estão entrando nesse período. Existem muitos sinais e sintomas, mas nem todas as mulheres experimentam os mesmos sintomas ou na mesma intensidade.

Os sinais e sintomas desse período podem incluir menstruação irregular, ondas de calor, suores noturnos, alterações de humor, secura vaginal, diminuição do desejo sexual e incontinência urinária. Além disso, pode causar mudanças físicas, como ganho de peso e perda de massa óssea.

Se você está se perguntando como saber se está entrando na menopausa. Então, continue neste artigo e veja todas as informações sobre esse período.

O que é menopausa?

A menopausa é um processo natural que ocorre no corpo da mulher, marcando o fim do período reprodutivo.

É caracterizada pela interrupção permanente da menstruação, geralmente ocorrendo entre os 45 e 55 anos de idade. Durante esse período, os níveis de hormônios sexuais femininos, como o estrogênio e a progesterona, diminuem gradualmente, levando a uma série de mudanças físicas e emocionais.

Os sintomas podem variar de mulher para mulher, e alguns podem ser mais intensos do que outros.

Os sintomas mais comuns incluem ondas de calor, suores noturnos, secura vaginal, alterações de humor, problemas para dormir, diminuição da libido e ganho de peso. Além disso, pode aumentar o risco de certas condições de saúde, como osteoporose e doenças cardíacas.

Como sei que estou entrando na menopausa?

A menopausa é um processo natural que ocorre na vida de todas as mulheres. Durante esse período, o corpo feminino passa por diversas mudanças físicas, emocionais e hormonais que podem afetar a qualidade de vida da mulher. Veja a seguir quais são os principais sintomas.

1.   Mudanças Físicas

Uma das mudanças físicas mais evidentes desse período é a irregularidade menstrual.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A menstruação pode se tornar mais escassa, irregular e sua duração pode variar. Além disso, a mulher pode sentir ondas de calor (fogachos) que duram de alguns segundos a alguns minutos, seguidos de suores intensos.

A secura vaginal também é um sintoma comum, que pode causar desconforto durante a relação sexual.

Outras mudanças físicas incluem a perda de massa óssea, que pode levar à osteoporose, e o aumento do risco de doenças cardiovasculares. A mulher pode sentir também fadiga, dores de cabeça, tonturas, palpitações e insônia.

Alterações em pele, cabelo e unha geralmente são os primeiros a serem notados.

2.   Mudanças Emocionais

As mudanças emocionais são comuns. A mulher pode sentir irritabilidade, ansiedade, depressão leve, variações de humor e diminuição da memória. Essas flutuações podem ser atribuídas às alterações hormonais e às adaptações psicológicas durante esse período.

3.   Mudanças Hormonais

Esse período é caracterizado pela diminuição dos níveis de estrogênio e progesterona, que são hormônios produzidos pelos ovários.

É exatamente esta diminuição hormonal que leva a uma série de sintomas, como os mencionados acima. Além disso, a diminuição dos níveis hormonais pode aumentar o risco de doenças como a osteoporose e doenças cardiovasculares.

Como é diagnosticado?

O diagnóstico médico é baseado na avaliação dos sintomas e na análise dos resultados dos exames.

Os exames mais comuns para diagnosticar esse procedimento incluem a dosagem de FSH (hormônio folículo-estimulante), LH (hormônio luteinizante) no sangue entre outros.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Esses hormônios são produzidos pela glândula pituitária e controlam a produção de estrogênio pelos ovários. Durante esse período, os níveis de estrogênio diminuem pela falência ovariana e os níveis de FSH e LH aumentam tentando estimular mais os ovários que já não respondem bem.

Outros exames que podem ser solicitados incluem a dosagem de estradiol, um tipo de estrogênio, e a ultrassonografia pélvica. A ultrassonografia pode ajudar a avaliar o tamanho e a aparência dos ovários e do útero.


Descubra os sinais da menopausa: Dra. Luciana revela tudo o que você precisa saber!

A menopausa é um processo natural na vida das mulheres (Foto: reprodução/Internet)


Quais os sintomas mais graves da menopausa?

Os sintomas mais graves incluem ondas de calor intensas, suores noturnos, insônia, alterações de humor, ansiedade, depressão e diminuição da memória.

Algumas mulheres também podem experimentar secura vaginal, dor durante a relação sexual e diminuição da libido. No entanto, nem todas as mulheres experimentam todos esses sintomas.

Quantos anos dura a menopausa?

É um processo que pode durar vários anos. A transição para esse período, conhecida como perimenopausa, pode durar de alguns meses a vários anos.

A menopausa em si, é definida como a ausência de menstruação por 12 meses consecutivos e pode ocorrer em qualquer idade entre os 40 e 60 anos.

É normal ter cólica nesse período?

Não é comum ter cólicas durante esse período. Na verdade, é caracterizada pela interrupção da menstruação, o que significa que as cólicas menstruais não devem ocorrer.

No entanto, algumas mulheres podem experimentar dor abdominal ou pélvica durante esse período devido a outras condições médicas, como endometriose ou fibromas uterinos.

Advertisement. Scroll to continue reading.

É possível voltar a menstruar na menopausa?

Não é comum voltar a menstruar após esse período. Esse procedimento é definido como a ausência de menstruação por 12 meses consecutivos e indica que os ovários não estão mais produzindo óvulos.

No entanto, algumas mulheres podem experimentar sangramento vaginal após esse período devido a outras condições médicas, como câncer de endométrio ou pólipos uterinos.

Realizar o tratamento adequado é essencial para evitar qualquer tipo de problema durante esse período, e vários fatores de risco devem ser considerados antes da instituição de tratamentos hormonais. Riscos e benefícios devem ser amplamente discutidos entre médico e paciente sempre.

 

Conclusão

A menopausa é uma fase natural na vida da mulher que traz mudanças físicas e emocionais. Compreender os sintomas, causas, cuidados e opções disponíveis é fundamental para navegar nessa transição de maneira saudável, optando ou não pela reposição hormonal.

 

Lembre-se de que cada mulher é única e pode passar por esse processo de maneira diferente.

 

Consulte seu médico para orientações personalizadas e cuide-se nesta nova fase da vida.

Advertisement. Scroll to continue reading.

 

 A Dra. Luciana Pepino é a responsável técnica da clínica que leva seu nome CRM: 106.491 – RQE: 25827.

 

Foto Destaque: doutora Luciana Pepino. Reprodução/Clínica Dra. Luciana Pepino

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...

Celebridades

Nesta quarta-feira (20), Nanda Costa compartilhou um vídeo em suas redes sociais dizendo que está se sentindo exausta e que a rotina das filhas...