INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Diretora do Nida afirma que a prevenção à cannabis é necessária

Diretora do Nida afirma que a prevenção à cannabis é necessária

Pesquisa feita pelo Instituto Nacional de Abuso de Drogas (Nida) dos Estados Unidos identificou que a maconha pode estar associada a um maior número de casos de esquizofrenia entre homens mais jovens, a partir de uma interferência da droga no cérebro humano. De acordo com os pesquisadores, até 30% dos casos de transtorno mental nos homens de 21 a 30 anos estão ligados ao uso contínuo da cannabis. A análise envolveu cerca de sete milhões de pessoas.

Segundo a diretora do Nida, Nora Volkow o resultado do estudo chama a atenção para o problema e precisa de uma resposta urgente: “Os transtornos por uso dessas substâncias e doenças mentais é mais um importante problema de saúde pública, exigindo ação urgente e apoio para as pessoas que precisam”, afirmou a diretora em comunicado dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA (INH). De acordo com Nora, os jovens precisam pensar duas vezes antes de usar maconha e também que é crucial que se expanda a prevenção à cannabis.


<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”en” dir=”ltr”>Almost a third of schizophrenia cases in young men triggered by cannabis use: ““The entanglement of substance use disorders &amp; mental illnesses is a major public health issue, requiring urgent action and support for people who need it,” said Dr Nora Volkow <a href=”https://t.co/L7bNS1g0gc”>https://t.co/L7bNS1g0gc</a></p>&mdash; john williams (@wi_john) <a href=”https://twitter.com/wi_john/status/1654242591871840257?ref_src=twsrc%5Etfw”>May 4, 2023</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

Nora Volkow sobre cannabis (Reprodução/Twitter/@wi_john)


O estudo apontou que os casos de esquizofrenia têm aumentado nas últimas décadas, o que está ligado ao crescimento e envelhecimento da população, mas os pesquisadores alertam que pode se tornar mais comum à medida que a maconha se torna cada vez mais legal e diante disso, Nora Volkow afirma que é crucial a triagem e o tratamento para as pessoas que possam sofrer de doenças mentais associadas ao uso da maconha.

A diretora da Nida ressalta que o estudo irá ajudar futuramente nas decisões que os profissionais de saúde poderão tomar ao cuidar dos pacientes, bem como os próprios indivíduos sobre o uso da cannabis. Os cientistas alertam que fumar maconha pode atrapalhar e aumentar o risco de um jovem sofrer pensamentos psicóticos. De acordo com o Nida, 60.563 pessoas foram analisadas para estudo.

Foto destaque: Folha de maconha. Reprodução/Pixabay

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...