INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Dra. Dinah Akerman explica as causas da depressão e evidencia crise global da doença

Apresentando um crescimento em grandes escalas a nível global, a depressão evidencia o poder de seus efeitos negativos para o contexto social e, também, de saúde. Mesmo sob orientações, a doença continua a crescer seus índices e quadros clínicos.

Apesar de seu tratamento ser possível, a doença continua a apresentar diagnósticos exponenciais. No Brasil, até 80% das pessoas constatadas com a doença não apresentam entendimento sobre a enfermidade, não possuindo diagnóstico preciso, tampouco com tratamento em curso.

O dado apresentado pela revista “The Lancet” em estudo que reuniu pesquisadores e profissionais da área, também constatou que pelo menos 5% da população com faixa etária acima dos 18 anos em todo o planeta sofre de depressão.


Pessoa com depressão (Foto: Reprodução/Divulgação)


A médica psiquiatra, a Dra. Dinah Akerman aponta que as causas da doença são muitas e que a preocupação deve ser constante, uma vez que as ações de prevenção são delicadas.

Não existe um fator único que evidencie um quadro depressivo, geralmente é uma mistura de fatores genéticos, com fatores ambientais, personalidade e até mesmo acontecimentos que podem gerar o início de um quadro clínico“, explicou a doutora.

 

O tratamento de pessoas com depressão é um processo delicado tanto aos acometidos, quanto para a sociedade. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), gasta-se menos de 2% da verba para a saúde em tratamentos e prevenção de doenças mentais.

Sobre o tratamento, Dra. Dinah Akerman ressalta a importância e quais as graves implicações que a sua ausência pode causar.


Dra. Dinah Akerman, médica psiquiatra (Foto: Reprodução/Divulgação)


É um tratamento multiprofissional, viabilizado por medicamentos e terapias que variam de caso para caso, no entanto, tudo parte de uma observação precisa que, na maioria das vezes começa em casa, onde sua negligência pode levar a sérios risco, a exemplo do suicídio, a fase mais crítica“, apontou e ressaltou.

A psiquiatra lembra que a importância de uma ajuda profissional é essencial para que o enfrentamento da doença seja um processo tranquilo e eficaz.

Foto destaque: Pessoa com depressão. Reprodução/Divulgação

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...