INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

OMS libera leite de vaca para bebês de 6 a 11 meses sem leite materno

OMS libera leite de vaca para bebês de 6 a 11 meses sem leite materno

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou uma nova orientação que autoriza o uso de leite de vaca para bebês com idades entre 6 e 11 meses que não recebem leite materno.

De acordo com o órgão, “para bebês de 6 a 11 meses que recebem leites diferentes do leite materno, pode-se oferecer fórmula infantil ou leite de origem animal”.

Essa recomendação está incluída no documento intitulado “Guia para alimentação complementar de bebês e crianças de 6 a 23 meses de idade”. Essa diretriz difere das orientações de algumas sociedades médicas, que preconizam exclusivamente o uso de fórmulas para bebês desta faixa etária que não são amamentados.


Leite animal viabilizado para amamentação a partir de certa idade

Leite animal em perspectiva à amamentação materna (Reprodução: evso/Shutterstock)


Leite animal na dieta infantil

Os tipos de leites de origem animal aceitáveis incluem leite animal pasteurizado, leite reconstituído evaporado (não condensado), leite fermentado ou iogurte natural. 

A recomendação, no entanto, guarda semelhança com o que o Ministério da Saúde do Brasil já preconizava em 2019, no Guia alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos”, que afirmava que o “leite de vaca pode ser utilizado como ingrediente em receitas caseiras a partir dos 6 meses de idade”.

O leite materno ainda é o ideal

Apesar da recomendação nacional, o Ministério da Saúde destaca que, se a criança ainda é alimentada com leite materno, não há necessidade de substituí-lo por leite de vaca ou fórmula. Antes dos seis meses, tanto a OMS quanto o Ministério da Saúde desaconselham a introdução de qualquer outro alimento além do leite materno.

O leite materno fornece nutrientes essenciais, anticorpos e fatores de crescimento que promovem o desenvolvimento saudável do bebê. Em comparação, o leite de vaca integral comercializado pode não oferecer os mesmos benefícios específicos para a saúde infantil, e seu uso deve ser orientado pelas condições individuais de cada criança, com supervisão médica cuidadosa.

Para bebês de 12 a 24 meses que não são amamentados, a OMS sugere que o leite de vaca seja oferecido, em vez das fórmulas de transição.

Foto de Capa: ilustrando pai alimentando um bebê (Reprodução: Delmaine Donson/Getty Images)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...