INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Perigo: analgésicos sem supervisão médica podem levar à morte

Médicos alertam para os riscos do uso excessivo de analgésicos comuns e opióides, mas afirmam serem seguros quando usados com cuidado

Alerta-sobre-os-perigos-dos-analgésicos-quando-utilizadas-sem-supervisão-médica
Foto destaque: Analgésicos podem ser perigosos quando consumidos sem recomendação médica (Reprodução/ Canva)

Em meio ao crescente número de mortes por uso indevido de analgésicos como cetamina e morfina, é importante que as pessoas tenham consciência de que esses medicamentos só podem ser tomados sob vigilância profissional, é um ponto de destaque afirmado pelo toxicologista Álvaro Pulchinelli em entrevista à CNN Brasil, alegando que esse tipo de analgésico pode facilmente resultar em fatalidade se não for feito corretamente.

Automedicação e riscos à saúde

O uso indevido de analgésicos vendidos sem receita médica – como paracetamol, diclofenaco e ácido acetilsalicílico – representa ameaças adicionais. O paracetamol pode causar danos ao fígado que podem ser fatais em casos graves, o uso de ácido acetilsalicílico pode desencadear sangramento intestinal que causa anemia, enquanto o diclofenaco tem maior probabilidade, em comparação com outros, de resultar em ataques cardíacos.

Nos Estados Unidos, 16,5 mil pessoas morrem a cada ano devido ao uso inapropriado de medicamentos para dor e inflamação. O paracetamol, por exemplo, causa 80 mil hospitalizações a cada ano. Um estudo da Universidade de Edimburgo mostrou que mesmo pequenas doses podem causar danos graves ao fígado.

Ketamina e morfina: perigos do uso sem controle

A ketamina, originalmente usada para finalidade veterinária, tem efeitos alucinógenos que podem causar depressão do sistema nervoso central, levando à sonolência, apatia e, em alguns casos graves, coma.

Em algumas pessoas, há um potencial alucinógeno. Em doses excessivas, ela pode matar por depressão do músculo do coração, do miocárdio”, explica Pulchinelli.


Alerta-sobre-os-perigos-dos-analgésicos-quando-utilizadas-sem-supervisão-médica
Foto destaque: A ketamina é prescrita para tratamento contra a depressão em alguns casos (Reprodução/RJ Sangosti/MediaNews Group)

A morfina, por sua vez, é um analgésico muito potente, utilizado de forma abundante na medicina. Apesar do seu grande uso, também apresenta riscos. “Ela vai deprimindo os centros respiratórios, o que programa o nosso organismo a continuar respirando”, acrescenta o toxicologista. Além disso, a morfina pode causar inchaço agudo nos pulmões, dificultando a respiração.


Perigo: analgésicos sem supervisão médica podem levar à morte
Morfina, medicamento utilizado em tratamento de dores crônicas (Foto: reprodução/CNB Brasil)

Uso controlado e alternativas

A fim de evitar esses riscos, os analgésicos devem ser usados ​​sob orientação médica e nas doses recomendadas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) regula com bastante rigor as vendas de substâncias controladas, como a ketamina e morfina, mas podem ocorrer desvios criminosos e falsificações.

Especialistas da área também recomendam outros métodos alternativos para o alívio da dor, como acupuntura e dieta rica em ômega-3, que podem ajudar no processo de redução da inflamação dos tecidos. Além disso, evitar exercícios físicos excessivos e manter uma prática regular e moderada podem fortalecer o corpo e ajudar na prevenção de lesões.

A automedicação pode levar à tolerância que pode exigir doses cada maiores para trazer alívio da mesma magnitude – e à dependência física ou psicológica em casos como os opioides. Por isso, quando a dor dura mais de dois ou três dias, é sempre fundamental consultar um médico para avaliação e tratamento adequado, caso seja necessário.

Os analgésicos ainda são ferramentas importantes no controle da dor, mas seu consumo precisa ser feito com cuidado e sob a supervisão de um médico. O uso inadequado pode levar a danos graves e permanentes, e a supervisão profissional pode garantir o uso seguro e otimizado desses medicamentos, de modo a preservar a saúde e a qualidade de vida dos pacientes.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...