INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Tech

Apple lança campanha de descontos na China

Para enfrentar concorrentes chineses, Apple adota campanha de descontos agressivos na China, com cortes de até 2.300 iuans em smartphones. Estratégia busca fortalecer presença e vendas na região

Apple
Foto destaque: logo da Apple (Reprodução/Gary Hershom/Getty Images Embed)

Em um movimento de certa forma inédito comparado ao realizado em outros mercados, a Apple lançou uma campanha agressiva de descontos na China, com os preços de seus aparelhos chegando a ter descontos de até 2.300 iuans.

Desconto foi motivado pelo concorrência de rivais locais

O desconto foi motivado pela intenção da gigante do mercado de smartphones de defender sua posição de mercado na China, que é um dos maiores mercados consumidores do mundo, onde enfrenta forte concorrência de rivais locais, principalmente de nomes como Huawei e Xiaomi.

A Apple, que já tinha feito algo parecido em fevereiro, agora retorna com uma campanha mais agressiva. Essa nova campanha vai durar do dia 20 ao dia 28 de maio e deve ser uma porta para alavancar a competitividade da marca no mercado chinês.


Mercado Chinês e um dos principais da marca (Foto: reprodução/AFP/STR/Getty Images Embed)


Descontos chegam a 2.300 iuans para modelos mais avançados

Enquanto na campanha de fevereiro o maior desconto dado foi de 1.150 iuans, na atual os descontos devem chegar até 2.300 iuans, sendo aplicado ao iPhone 15 Pro Max de 1TB, que é o modelo mais avançado da marca. Outros modelos também passam por cortes significativos no valor.

O esforço da marca norte-americana no mercado chinês vem após um aumento da pressão competitiva de outras marcas locais, sendo o movimento mais recente possivelmente motivado pelo lançamento dos novos top de linha da Huawei, o Pura 70.

Se os esforços de fevereiro ajudarem a demonstrar algo, é que a estratégia de descontos pode ajudar a marca a atenuar a desaceleração nas vendas. Apenas no mês de março, logo após a campanha, as vendas da Apple na China tiveram um aumento de 12%, o que representou uma melhora considerável em comparação com os dois primeiros meses de 2024, quando a marca teve uma queda de 37% nas vendas no mercado chinês.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...