INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Tech

Apple terá que pausar vendas de relógios Applewatchs

Apple terá que pausar vendas de relógios Applewatchs

Na última segunda-feira (18), a mundialmente conhecida empresa multinacional norte-americana Apple anunciou que deixará de vender algumas versões do Apple Watch nos Estados Unidos. Tal medida começa a valer já no próximo final desta semana. 

Essa medida foi tomada após uma decisão recente da Comissão de Comércio Internacional (ITC) que concluiu que a empresa violou a patente do oxímetro de pulso da empresa médica Masimo. Decisão essa que está sendo analisada pelo presidente norte-americano, Joe Biden, até o dia 25 de dezembro. A Apple afirmou que está tomando medidas preventivas para cumprir caso a decisão seja mantida.


 Apple terá que pausar vendas de relógios Applewatchs

Relógios smartwatchs estão em risco de proibição de venda (Foto: divulgação/Apple)


Causa da proibição da venda

A empresa anunciou que irá pausar as vendas dos seguintes relógios: dos smartwatches Series 9 e Ultra 2 em seu site a partir do dia 21 de dezembro, e nas lojas da Apple após 24 de dezembro. Quanto aos outros modelos que não contenham o sensor de oxigênio no sangue não serão afetados pela disputa. 

A Apple arrisca ter que de banir das prateleiras e do seu site esses modelos, a menos que eles façam mudanças essenciais na forma como o Apple Watch funciona. Outra opção seria o veto da decisão pelo presidente Joe Biden durante um período de revisão. Apesar do período de revisão não terminar até 25 de dezembro, a Apple disseque vai tomar as medidas cabíveis caso a decisão seja mantida, removendo alguns do mercado.

Terá que ocorre um grande trabalho da engenharia de alto risco, tendo que ser diferente de qualquer outro já realizado anteriormente. Apesar de os produtos da fabricante tenham sido proibidos antes em certos países por consequência de disputas legais, uma restrição dessa proporção causaria prejuízo para a Apple em seu próprio país de origem, e logo nesse período justo de festas de fim de ano.

Empresa se prepara caso a decisão for mantida

Os engenheiros da empresa estão correndo contra o tempo para fazer alterações nos algoritmos do Apple Watch que medem o nível de oxigênio no sangue do usuário, um recurso que a fabricante de dispositivos médicos Máximo argumenta que infringe suas patentes. Ela obteve de um órgão estatal a suspensão da venda dos relógios inteligentes da Apple nos EUA.

E se essa decisão for mantida, ela já está trabalhando em uma série de opções legais e técnicas. A primeira iniciativa foi preparar as lojas para a mudança, começou a enviar novos cartazes para seus pontos de venda que promovem o Apple Watch já sem mostrar fotos da Série 9 e Ultra 2 que são os dois modelos que são passíveis da proibição. Vale lembrar que o relógio SE de baixo custo da empresa continuará disponível.

Foto destaque: logo da empresa multinacional Apple (Divulgação/Apple)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...