INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Tech

Entenda como o 5G afeta o sinal de antenas parabólicas

A nova geração de internet móvel 5G já foi instalada e está funcionando nas capitais brasileiras e em 26 cidades, porém, a ativação ainda tem levantado dúvidas em relação a interferência do sinal de antenas parabólicas antigas, que acabam sendo afetadas pela nova tecnologia. 

Estima-se que no Brasil mais de 20 milhões de lares recebem o sinal de TV por meio de antenas parabólicas, que captam o sinal analógico de canais gratuitos. Mas nessa nova instauração, muitos terão de atualizar seus equipamentos para evitar transtornos. 

Isso acontece pois a rede 5G passa a funcionar no Brasil com frequência de 3,5 GHz, parecida com a de antenas parabólicas de modelos mais antigos, que operam no sinal de 3,7 GHz a 6,45 GHz. O cruzamento das frequências semelhantes acaba afetando diretamente o funcionamento das antenas, causando ruídos de som e interferência na imagem. E quanto mais próximo de estações de 5G, mais prejudicada será o sinal de TV.


Antenas modernas não precisam ser trocadas (Foto Reprodução/Mybest Brasil)


Vale ressaltar que não são todas as antenas que precisam ser trocadas. Apenas as parabólicas de modelo antigo, teladas e que chegam a medir até 3 metros de diâmetro que devem ser atualizadas.. 

Residências que utilizam outros tipos de antena, mais modernas, como a Digital, de formato menor e mais rígida, ou as em formato de espinha de peixe, não serão afetadas pelo sinal pois operam na frequência Banda Ku.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) alerta ainda para a necessidade da troca desses aparelhos antigos para não perder o sinal televisivo, que tem previsão de ser  desativado no começo de 2024. 

 

Instalação do equipamento  

Em média um novo equipamento vem sendo comercializado na faixa de R$ 200 a R$ 800 reais, mas para famílias de baixa renda a nova versão é disponibilizada gratuitamente, basta que o solicitante cumpra com dois requisitos essenciais:

1- seja inscrito em programas sociais do governo, como o registro no CadÚnico; e 

2- tenha uma antena parabólica antiga em funcionamento. 

Atendendo a esses pontos, se a cidade onde a pessoa reside já oferece o kit, basta acessar o site da Entidade Administradora da Faixa (EAF) e agendar a instalação do novo equipamento.

 

Foto destaque: Entenda como sinal 5G afeta antenas parabolicas. Reprodução/G1.com

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...