INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Tech

Nasa anuncia que missão DART muda trajetória de asteroide

A espaçonave DART, da Nasa (Administração Nacional da Aeronáutica  e Espaço), atingiu propositalmente no mês passado, um asteroide empurrando o mesmo para fora de sua órbita natural. É a primeira vez que a humanidade consegue mudar a trajetória de um corpo celeste, de acordo com o chefe da Nasa.

Durante uma coletiva da empresa na última semana, a organização espacial revelou que, depois de observar telescópios, é possível identificar o êxito no voo de teste suicida da espaçonave DART, realizado no dia 26 de setembro que tinha como objetivo central de alterar o caminho do asteroide unicamente por meio da pura força cinética.


<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”en” dir=”ltr”>A historic success for <a href=”https://twitter.com/NASA?ref_src=twsrc%5Etfw”>@NASA</a> <a href=”https://twitter.com/JHUAPL?ref_src=twsrc%5Etfw”>@JHUAPL</a> and a very important step forward for planetary defense! The risk of impact from asteroids and other hazardous space objects is low, but the damage would be immense; developing the capability to prevent impact is a key long term objective. <a href=”https://t.co/4qsmlkjywo”>https://t.co/4qsmlkjywo</a></p>&mdash; Rep. Don Beyer (@RepDonBeyer) <a href=”https://twitter.com/RepDonBeyer/status/1574542355012931584?ref_src=twsrc%5Etfw”>September 26, 2022</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

Twitte do deputado Don Feyer sobre missão DART (Foto: Reprodução/Twitter)


O presidente do Subcomitê de Espaço e Aeronáutica dos Estados Unidos, o deputado Don Beyer, descreveu a missão DART ou o Teste de Redirecionamento de Asteroides Duplos de um “sucesso histórico”. A missão colocou em teste a tecnologia de defesa planetária da Nasa, e se comprovada a mudança na órbita do asteroide intitulado Dimorphos, marca a primeira alteração feita por seres humanos no movimento de um corpo celeste natural do espaço.

Após a espaçonave atingir com sucesso o alvo, Beyer foi às redes sociais comentar sobre o assunto. “O risco de impacto de asteroides e outros objetos espaciais perigosos é baixo, mas o dano seria imenso”, disse em twitte. E acrescentou que o desenvolvimento da habilidade de prevenir o impacto é um objetivo principal a longo prazo.

Com o impacto bem sucedido da espaçonave em direção ao asteroide Dimorphos, os trabalhos científicos estão apenas começando. Como formas de analisar os impactos, em 2024 será lançada a missão Hera da Agência Espacial Europeia, em conjunto com dois CubeSats. A espaçonave Hera estudará as características físicas do asteroide Dimorphos e examinará a cratera de impacto no DART. Já a LICIACube, da agência espacial italiana, fica responsável por captar vídeos e fotos de impacto. O Telescópio Espacial James Webb, o Telescópio Espacial Hubble, e a missão Lucy da Nasa também observarão o impacto.

Foto Destaque: Asteroide Dimorphos. Reprodução/Instagram Nasa

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + onze =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...