INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Tech

Evolução para investidores: SEC aprova ETFs de etherium

Fora concedida permissão a três grandes Exchange para listagem de fundos de investimento que foram negociados em bolsa

SEC aprova ETFs de etherium
Foto destaque: SEC aprova ETFs de etherium (reprodução/Freepik/@master1305)

Tendo em consideração o preço à vista do ether, fora anunciado nesta quinta-feira (23), que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos da América, SEC, ofereceu permissão a três grandes Exchange para listagem de fundos de investimento que foram negociados em bolsa.

Desta forma, é gerado uma maneira amigável dos investidores possuírem a segunda maior criptomoeda do mercado.

O presidente da SEC, Gary Gensler, havia feito comentários indicando que o ether seria um valor mobiliário, fazendo com que a atual safra fosse considerada inválida. Por conseguinte, a decisão da SEC veio como uma surpresa para a indústria, pois, era de se esperar uma rejeição deste regulador.

Com esta ação, oito fundos podem começar a ser negociados. Contudo, os documentos de registro dos requerentes Blackrock, Fidelity e Grayscale precisam ser aprovados pela SEC, o regulador, e não há calendário para quando ocorrerão estas aprovações.

Assim que a aprovação ocorrer, estes fundos se juntarão aos 11 ETFs baseados em bitcoin, os quais foram aprovados em janeiro, e hoje possuem cerca de US$ 58 bilhões em ativos.

Conforme a CoinGecko, em conjunto, este kit de fundos dará acesso ao mercado de ações a tokens que representam cerca de dois terços do mercado de criptomoedas de US$ 2,68 trilhões, que representam uma pequena fração dos mais de 14 mil ativos digitais que existem.

Aprovação por parte da SEC

Em comentário por e-mail para a Forbes, o diretor operacional do fundo de hedge de criptomoedas Alt Tab Capital, Greg Mortiz, disse que a aprovação da SEC é uma conquista para os investidores de todos os locais, dado a enorme demanda por ativos digitais que por muito tempo teve o acesso restrito apenas para os que tivessem conhecimento técnico ou que fossem ricos. E agora, as grandes instituições financeiras do mundo estão criando produtos para atender a esta demanda, e essa decisão da SEC é como um abraço ao progresso.

Ele completa com o seguinte questionamento:

“Talvez a pergunta mais interessante que a aprovação do ETF levanta seja: se é possível para o ETH, para quais outras altcoins é possível?”.

Mesmo com o avanço que isso representa para o mercado, os investidores não devem aguardar o mesmo tipo de recorde dos ETFs de bitcoin, pois, dez receberam impulso a partir dos resgates que o Grayscale Bitcoin Trust efetuou, a qual anteriormente operava como um fundo fechado com ativos de US$ 26 bilhões, e também dos ETFs baseados em futuros, que detinham mais de US$ 2 bilhões da moeda.


Carteira com bitcoin
Carteira com bitcoin (Foto: reprodução/Freepik/@freepik)

O Grayscale Ethereum Trust possui US$ 11,1 bilhões em ativos, os quais podem diminuir caso sua taxa de despesa de 2,5% diminua. Já os fundos futuros de ether possuem cerca de US$ 155 milhões sob gestão.

Ademais, o ether pode ser mais difícil para vender que o bitcoin, considerando ser um produto novo.

Mesmo com a comemoração da comunidade investidora, o CIO da Bitwise, Matt Hougan, disse à Forbes em março que o TradFi ainda deve estar digerindo o bitcoin e, que se lhe der tempo para sentir-se confortável com as criptomoedas e o bitcon, eles estão prontos para a próxima coisa que ocorrerá, pois, não há garantia de que eles gostarão dos ETFs de ether ao serem apresentados.

Matt ainda diz que esperaria que tal apresentação viesse em dezembro, por acreditar ser melhor para o mercado.

Mudança de opinião da SEC

Acredita-se que a mudança por parte da SEC tenha ocorrido devido à aprovação do Financial Innovation and Technology for the 21st Century Act, que ocorreu na quinta-feira (23) pela Câmara dos Representantes, a qual estabelece, pela primeira vez, a regulamentação dos ativos digitais.

O projeto de lei foi aprovado por 279-136 votos, e apoiado por 71 democratas. Sendo promulgado, as responsabilidades da supervisão são divididas entre a SEC e a Commodity Futures Trading Commission, derivando se a criptomoeda for considerada um valor mobiliário ou uma mercadoria.

Esta é uma grande mudança, principalmente quando considerado que o presidente Joe Biden e muitos democratas do Congresso são precavidos na permissão de criptomoedas para os investidores individuais.

Consoante a SEC, a maior parte dos tokens são valores mobiliários sob a lei atual, com exceção do bitcoin, o que deixa o mercado e a porta abertas para o ether.

O projeto de lei da Câmara ainda necessita passar pelo Senado, o qual é controlado pelos democratas e Biden, os quais são muito relutantes.

Todavia, as aprovações do ETF do ether significam que a oposição está amolecendo em relação às criptomoedas.

Em 2022, foi emitido o Staff Accounting Bulletin 121 da SEC, um projeto de lei que impede que os bancos detenham criptoativos em custódia, o qual foi aprovado pelas câmaras do Congresso para revogação.

Este é o primeiro projeto de lei centrado em criptomoedas a ser aprovado por ambas as casas. Apesar da promessa do Biden em vetar o projeto, os profissionais do setor esperam que sua posição mude.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...