INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Turismo

Companhias aéreas se aproximam de níveis pré-pandemia, segundo IATA

Parece que um cenário de melhora se encaminha para o setor de companhias aéreas, de acordo com dados fornecidos nesta quinta-feira (06/07) pela Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA), a principal associação do setor aéreo no país. As companhias aéreas parecem estar retomando níveis de operações semelhantes aos de antes da crise de saúde global causado pela Covid-19. O registro indica que no mês de maio, a atividade atingiu 96,1% do que foi registrado no mesmo mês em 2019.

Uma das razões para esse impulcionamento pode ter sido o aumento na demanda por viagens, que foi muito propício para essa recuperação. Em outro dado fornecido, um dos indicadores de referência do setor, que se baseia em passageiros por quilômetro pago, mostra que a atividade nessas rotas atingiram uma média de 105,3% do nível de quatro anos atrás.

O mês de maio foi apenas o segundo consecutivo a marcar essa frequência de rotas superiores aos dados pré-pandemia. Outra área a mostrar sinais de recuperação foram as conexões internacionais, que atingiram um nível 90,8% acima do de quatro anos atrás.


Aeroporto (Foto: Reprodução / Blog do NOALVO)


A Associação havia previsto em junho que haveria cerca de 4,35 bilhões de viagens aéreas individuais sendo realizadas em 2023, próximos ao recorde de 4,54 bilhões de 2019, celebrando, assim, uma taxa de ocupação de 81,8%, também equivalente ao nível marcado antes da pandemia. A IATA ainda indicou que espera um aumento de lucro global para seus membros este ano em torno de US$ 9,8 bilhões, um ótimo número após a associação ter acumulado perdas de US$ 183 bilhões entre os anos de 2020 e 2022.

As pessoas têm necessidade e prazer em voar” – afirmou o diretorgeral da IATA, Willie Walsh, durante um comunicado. Walsh também cita que a alta demanda por viagens foi um dos fatores que impulsionou o retorno lucrativo das companhias aéreas. Porém, o lucro conquistado em 2022, que representa apenas US$ 2,25 por passageiro, é considerado ‘insustentável a longo prazo’ por Walsh.

A cadeia de valor da aviação continua desequilibrada” – observou Walsh, citando lucros acumulados em torno de US$ 7 bilhões pelos aeroportos europeus em 2022. Em comparação, as companhias aéreas europeias lucraram em torno de US$ 4,1 bilhões, de acordo com a IATA.

 

Foto Destaque: (Reprodução / Melhores Destinos)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...